Portal de Notícias Água Preta News

Notícias Geral

Biografia de Almir Zarfeg – escrita pelo editor do Água Preta News – ganha 2ª edição revista e ampliada

Publicada pela Lura Editorial, “Geração AZ” apresenta em forma de episódios os acontecimentos mais importantes na vida do artista entre os anos de 1976 e 2021

Biografia de Almir Zarfeg – escrita pelo editor do Água Preta News – ganha 2ª edição revista e ampliada
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O poeta, jornalista e escritor Almir Zarfeg ganhou sua primeira biografia em livro em 2016, quando celebrava seus 25 anos de trajetória poética. A obra, de autoria do editor deste Água Preta News, Edelvânio Pinheiro, acaba de ganhar uma 2ª edição revista e ampliada.

Publicada pela Lura Editorial, “Geração AZ” apresenta em forma de episódios os acontecimentos mais importantes na vida do artista entre os anos de 1976 e 2021, como formação educacional, publicação de livros e conquistas literárias. A década anterior (1966/1976) não aparece no livro, com exceção do nascimento do biografado em Itanhém, no extremo sul da Bahia.

A biografia é narrada de forma episódica ou fragmentária, acontecimento por acontecimento, e não de maneira corrida, como uma história pessoal, mas priorizando as ocorrências e conquistas mais relevantes da vida do biografado. 

No momento, Zarfeg articula a criação do Instituto Histórico e Geográfico do Vale do Itanhém (IHGI), que vai reunir os municípios baianos e mineiros banhados pelo rio homônimo.

“Da forma como escrevi o texto, me permite a cada período de cinco anos soltar uma nova edição revista e atualizada e, também, acompanhar em tempo real a trajetória do nosso poeta”, afirmou Edelvânio Pinheiro.

O livro custa R$ 30 e já pode ser encomendado, em pré-venda, com o biógrafo e/ou biografado. E com direito a autógrafos de ambos.

Edelvânio Pinheiro, autor da obra, e Almir Zarfeg em imagens da contracapa e orelha do livro.

 

Veja dez curiosidades extraídas da obra:

1 = Almir Zarfeg é um anagrama de Gilmar Ferraz, nome de batismo do poeta.

2 = Autodenominado “baianeiro”, é cidadão itanheense (Itanhém/BA), bertopolitano (Bertópolis/MG) e teixeirense (Teixeira de Freitas/BA) ao mesmo tempo.

3 = Zarfeg foi o primeiro itanheense a ganhar a Medalha Eloino Moreira Lisboa, maior honraria concedida pelo Município de Itanhém.

4 = “Água Preta”, publicado em 1991, é seu primeiro livro de poemas. Também é uma homenagem a sua cidade natal.

5 = Zarfeg é graduado em letras, filosofia e teologia; mestre e doutor em teologia e presidente de honra da Academia Teixeirense de Letras (ATL).

6 = Possui cinco doutorados “honoris causae”, em literatura, artes plásticas e direitos humanos recebidos de instituições culturais de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

7 = Zarfeg foi premiado pela primeira vez em 1986 no I Concurso de Poesia do Colégio São Bernardo de Itanhém, onde cursava magistério. O soneto se intitula “Infância” e foi musicado por ClauduArte Sá.

8 = Já publicou mais de 20 obras nos gêneros poema, crônica, conto, infantojuvenil, novela, romance e reportagem. Em 2022, publicará “1966”, autobiografia poética, que integra a Coleção Flores do Caos (Selo Starling).

9 = Em 2017, foi homenageado pela União Baiana de Escritores (UBESC) com o título de “Personalidade de Importância Cultural”. Em 2018, recebeu o “Primeiro Prêmio Absoluto” pela obra poética “A Nuvem”, concedido pela Accademia Internazionale Il Convivio.

10 = É membro de pelo menos uma dezena de instituições literoculturais na Bahia, no Brasil e no exterior. Grão-duque da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente.

FONTE/CRÉDITOS: Por redação
Comentários:

Veja também

Responderemos assim que possível